sábado, 16 de junho de 2007

Programa de Vacinação em Canídeos

A vacinação constitui a melhor forma de proteger o seu cão contra a doenças infecciosas mais comuns e mais perigosas. Esta permite que o organismo do seu animal desenvolva defesas (anticorpos) contra possíveis agentes agressores ( vírus, bactérias ou parasitas). As principais doenças para as quais o seu cão deve ser protegido são: a Esgana, a Parvovirose, a Leptospirose, a Hepatite Infecciosa e a Raiva. Existem também outras doenças para as quais poderá ser vacinado tais como a Tosse do Canil, a Piroplasmose, a Herpesvirose e a Doença de Lyme, para tal bastará pedir aconselhamento ao seu Médico Veterinário e solicitá-la. A vacinação precoce do seu animal de companhia é a base para uma vida saudável e despreocupada, para que possa desfrutar plenamente do seu cão. A primeira vacina, contra a Esgana e a Parvovirose, poderá ser dada, se este estiver saudável, às 6 semanas de vida, altura em que a imunidade materna, que começou a diminuir, está muito baixa aumentando conse-quentemente os riscos de contágio em caso de contacto com agentes infecciosos. Às 8 semanas, a imunidade terá que ser reforçada contra as anteriores doenças bem como contra a Hepatite Infecciosa e a Leptospriose. A vacinação estará então completa, às 12 semanas, altura em que lhe será administrado o último reforço. Por volta dos 6 meses, deverá voltar ao veterinário para levar a vacina da Raiva, essencial para poder ir a Junta de Freguesia tirar a licença obrigatória para qualquer cão. Para que a eficácia da vacinação seja completa, o animal deverá encontrar-se perfeitamente desparasita-do. Para isso, peça conse-lhos ao seu Médico Veterinário assistente, que este o aconselhará para o bem estar da sua mascote. Não hesite a expor-lhe as suas dúvidas! Um cão saudável consegue desfrutar dos melhores momentos da sua vida As doenças mais perigosas Parvovirose: doença muito contagiosa, transmitida por um vírus muito resistente no meio exterior, que causa uma severa gastroenterite hemorrágica com uma elevada taxa de mor-talidade principalmente em cachorros. A vacinação é de extrema importância. Hepatite infecciosa: causada por um vírus igualmente contagioso, que irá provocar febre e uma forte insuficiência hepática, com uma evolução muito rápida Esgana: para além de ser muito contagiosa tem na maioria da vezes uma evolução mortal. Pode apresentar-se sob várias formas: alterações respiratórias graves, digestivas, cutâneas e nervosas. Leptospirose: doença que se transmite igualmente aos homens (zoonose) através da urina dos roedores, provocando alterações hepáticas e renais frequentemente mortais. Raiva: outra das zoonoses, está sob estrita vigilância sanitária e cuja vacinação é obrigatória visto ser mortal tanto para nós como para os nossos animais.

3 comentários:

jussara disse...

minha pitbull esta a 2 dias com um pequeno sangramento no anus,ainda nao levei a um veterinario,pois tauvez seja consequencia de um pedaco de osso da carcaca de frango,ela esta bem,animada,come bem,mas me respondam por favor se pode ser alguma doenca? jussara.candida@hotmail.com

Anónimo disse...

meu pit bull, está com furunculose e eu já levei a 03 vet, e não consigo uma ajuda para o problema dele,hoje eu o levei novemente e ficou internado para fazer mais exames, não sei mais o que fazer,me ajude, por Favor.

Andrea madeira disse...

tenho um pit bull e tem sarna,(acaro demodex) já estou cansada de tantos tratamentos e nada resulta, o que aconselham?